Menu

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Máquina de Contar Histórias - Maurício Gomyde (Resenha #160)


Páginas: 192
Editora: Novo Conceito
Capa: ★★
História:  

Sinopse: A Máquina de Contar Histórias - Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das fi lhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar. Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V. Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.


A história conta a vida do escritor Vinicius Becker e a família V( Vinicius, Viviana, Valentina e Vida). No auge  do sucesso ele perde sua esposa e passa a ser desprezado por sua filha de 16 anos. O que antes havia um pai dedicado, amado e um espelho, agora teria que reconquistar sua filha mais velha, porém uma situação difícil quando não se conhece mais a mesma. A fama roubara o melhor do pai, do esposo e até mesmo do escritor. Até que ele resolve reconquistá-las, deixa tudo de lado e parte rumo a uma viagem que poderia salvar suas vidas e que teria um grande significado para ambos.


 Um enredo com drama familiar, redescobertas e amor. Amor pela família, por escrever. Durante a história é apresentado diversas formas e técnicas de escrita. Também no meio da narrativa, nos é mostrado flashbacks do Vinícius, como ele passou a ser escritor, conheceu a mulher, tudo de forma bem objetiva. Capítulos são bem curtos, o livro em si é fino. A trama é envolvente e a leitura rápida, pelo menos pra mim foi, um dia, pois ficava ansiosa para saber o desfecho. Mauricio Gomyde com seu livro nos faz questionar, até onde o sucesso pode corroer e moldar uma pessoa, desviá-la do seu intuito e o quão difícil é recuperar a confiança daqueles que amamos.


Esse post está valendo para o Top Comentarista Aqui .



quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Bruxa da Noite - Primos O'Dwyer #1 - Nora Roberts (Resenha 159)

Páginas: 320
Editora: Arqueiro
Capa: ★★

História:  


Sinopse: Com pais indiferentes, Iona Sheehan cresceu ansiando por carinho e aceitação. Com a avó materna, descobriu onde encontrar as duas coisas: numa terra de florestas exuberantes, lagos deslumbrantes e lendas centenárias – a Irlanda. Mais precisamente no Condado de Mayo, onde o sangue e a magia de seus ancestrais atravessam gerações – e onde seu destino a espera. Iona chega à Irlanda sem nada além das orientações da avó, um otimismo sem fim e um talento inato para lidar com cavalos. Perto do encantador castelo onde ficará hospedada por uma semana, encontra a casa de seus primos Branna e Connor O’Dwyer, que a recebem de braços abertos em sua vida e em seu lar. Quando arruma emprego nos estábulos locais, Iona conhece o dono do lugar, Boyle McGrath. Uma mistura de caubói, pirata e cavaleiro tribal, ele reúne três de suas maiores fantasias num único pacote. Iona logo percebe que ali pode construir seu lar e ter a vida que sempre quis, mesmo que isso implique se apaixonar perdidamente pelo chefe. Mas as coisas não são tão perfeitas quanto parecem. Um antigo demônio que há muitos séculos ronda a família de Iona precisa ser derrotado. Agora parentes e amigos vão brigar uns com os outros – e uns pelos outros – para manter viva a chama da esperança e do amor.

O livro começa contando o passado, sobre a bruxa da noite e sua família, seu marido humano e seus três filhos, sendo que cada filho tinha um guardião.
Até que a luta entre Sorcha (a brucha da noite) e Cabhan termina momentaneamente, mas ele ressuscitaria e o poder de Shorcha atravessaria gerações, chegando até Branna,Connor  e Iona..Tudo começa a se agitar quando Iona se muda para Irlanda, em busca de aceitação, de si mesma e de sua magia. Logo ela passa a trabalhar para Boyle e Finn, surgindo assim uma forte atração entre Boyle e Iona, mas ao tentar sufocar, só aumenta ainda mais. Branna tenta ensiná-la a controlar seu poder, pois a luta mais uma vez com Cabhan está chegando e ele observa e fica a espreita a cada passo dela, afinal ela é a terceira Bruxa e os três juntos são fortes.


A narrativa no inicio é um pouco mais lenta, mas a medida que passamos a conhecer Iona, isso muda. Além dos irmãos e de Iona, Finn, Boyle e Meara fazem parte do círculo, cada um tendo seu papel. Finn tinha sangue de Cabhan e eu fiquei cismada todo o tempo. Os personagens são ótimos e não ficaram devendo em nada.  Os diálogos entre Boyle e Iona eram ótimos, ele era teimoso, um tanto conservador e Iona queria amor e não media as palavras, o que tornava tudo mais interessante. Branna e Finn sempre se evitando e uma tensão sempre os circulava. A mesma tensão com Connor e Meara. União, amizade e confiança, ajudam os personagens a se manterem firmes com uma luta iminente, sem saber como terminará e quem vencerá. Os personagens são cativantes e terminei o livro como se todos fizessem parte do meu dia a dia.


Acompanhe a editora nas redes sociais: Face Twitter / Insta

Esse post está valendo para o Top Comentarista Aqui .

Beijos e até a próxima!

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Paixão ao Entardecer - Os Hathaways #05 - Lisa Kleypas (Resenha #158)

Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Capa: ★★

História:  
★ 

SINOPSE: Paixão ao Entardecer - Mesmo sendo uma família nada tradicional, quase todos os irmãos Hathaways se casaram, até mesmo Leo, que era o mais avesso a essa ideia. Mas para a caçula Beatrix, parece não haver mais esperança. 
Dona de um espírito livre, apaixonada por animais e pela natureza, Beatrix se sente muito mais à vontade ao ar livre do que em salões de baile. E, embora já tenha frequentado as temporadas londrinas e até feito algum sucesso entre os rapazes, nunca foi seriamente cortejada, tampouco se encantou por nenhum deles. 
Mas tudo isso pode mudar quando ela se oferece para ajudar uma amiga. 
A superficial Prudence recebe uma carta de seu pretendente, o capitão Christopher Phelan, que está na frente de batalha. Mas parece que a guerra teve um forte efeito sobre ele, e seu espírito, antes muito vivaz, se tornou bastante denso e sombrio. 
Prudence não tem a menor intenção de responder, mas Beatrix acha que ele merece uma palavra de apoio – mesmo depois de tê-la chamado de estranha e dito que a jovem é mais adequada aos estábulos do que aos salões. Então começa a escrever para ele e assina com o nome da amiga. Beatrix só não imaginava o poder que as palavras trocadas teriam sobre eles. 
De volta como um aclamado herói de guerra, Phelan está determinado a se casar com a mulher que ama. Mas antes disso vai ter que descobrir quem ela é.



Esse é o quinto e último livro dos Hathaways (chora!!!), ele conta a história da Bea, Beatrix Heloíse Hathway, como já vimos nos livros anteriores percebemos que ela é uma das mais excêntricas, afinal não gosta muito da vida social, prefere os bichos e fala o que pensa. Bea está com 22 anos e ainda não encontrou um pretendente, afinal nenhum deles à agrada.  Até que junto com sua amiga Prudence (vaca!) ela vai escrevendo cartas para o Capitão Christopher  Phelan, que está na guerra. Bea escreve e recebe as cartas por Prudence, que não dá à mínima. Porém, ela resolve parar, pois esta gostando dele através das cartas. O mais interessante é quando ele retorna e busca uma “Prudence com alma de Beatrix”. O Capitão está com seus próprios fantasmas pós-guerra e um temperamento difícil, mas Bea está certa que pode ajudá-lo mesmo que ele não tenha pedido e fará de tudo para curá-lo, assim como ela faz com seus bichos quando estão machucados.


Já falei que amo essa série e estou triste por ser o final, mas alegre por conhecer todos eles agora. Nesse, vemos passagens de todos os integrantes da família, mais louca, divertidas e adoráveis de Hampshire, fato que eu adorei, pois assim ficamos sabendo um pouco como está a vida de cada um. A sequência segue como os demais livros, leitura cativante e rápida, ao menos para mim. Beatrix é bem decidida do que quer e isso traz ótimas cenas, afinal para a época delas, tudo o que Bea faz é pouco convencional, principalmente no que diz respeito também ao Capitão Phelan. A Lisa Kleypas escreve e descreve com maestria, adoro a narrativa dela, enredo, personagens, tudo! Ela consegue cativar, entreter e nos manter interessados, comigo foi assim em todos os livros da série e com esse não foi diferente. Fica agora as recordações de uma boa série, de uma boa leitura finalizada, com direto a romance, humor e ótimos diálogos e com certeza indico para vocês.





Acompanhe a editora nas redes sociais: Face Twitter / Insta
Onde Comprar:  Saraiva / Submarino

Finalizei a série, alegre por conhecer todos os episódios e triste pois fica o gostinho de quero mais. Alguém já leu algum livros da série ou pretende ler? Deixe seu comentário, pois ele é muito importante.

Esse post está valendo para o Top Comentarista Aqui .

Beijos e até a próxima!

TOP COMENTARISTA - Livro A vez da Minha Vida - Cecelia Ahern

Oi pessoas! Estive aqui pensando, como faz tempo que não tem um Top Comentarista aqui, porque não fazê-lo né?

Vai ser bem Simples. Valendo o Livro da Cecelia Ahern -  A vez da Minha Vida, na verdade o kit do livro,que contém:



Livro, Marcador e Um Calendário imã.


Para participar é só deixar seu email neste post, e ir comentado nas postagens ok

Comentários válidos nas postagens do dia que voltei, 22 de junho até 31 de Agosto. Resultado sai dia 1 de setembro.

Será como eu sempre fiz:
Cada comentário gera 1 ponto, sendo que quem comentar na mesma data de postagem ganha mais 1 ponto extra ok.

Só isso..Vou contar post por post e caso haja empate, ai o desempate é pelo random.org que escolhe números aleatoriamente.

Quem ainda tiver dúvidas é só deixar aqui, responderei aqui mesmo.

Regras: Ter endereço de entrega no Brasil, Ser seguidor do blog. 

PS: Em caso de resenhas, evitem comentário  que diga apenas " Quero ler este livro, bjs"afinal é desmerecer quem comentou realmente ok

Novidade: Agora os comentários podem ser feitos com conta do gmail/blogger, Twitter, Face.

Beijos tuk tuk tuk!!!